ago 212015
 
Preciso compartilhar essa história, que até então eu não conhecia e me inspirou profundamente.
Estava eu assistindo um curso de bonecas de pano, da talentosa Millyta Vergara, quando ela contou a história da boneca “Raggedy Ann” e descreveu a maneira especial com que a boneca seria produzida…  
Com sua coloração, perfume e recheada de muito carinho.
Na mesma hora separei o material para produzi-la e a cada detalhe ia sendo tomada por um sentimento de alegria e paixão pela minha pequena Raggedy Ann.
 
annie 1
 
Raggedy Ann,
É um personagem criado pelo escritor e ilustrador americano, Johnny Gruelle (1880-1938).
Conta a história, que Johnny estava em seu estúdio (1915) e sua filha Marcella entrou, segurando uma boneca de pano velha feita a mão, suja pelo tempo, sem expressão, que encontrará no sótão de sua casa. 
Johnny, pegou a boneca, deu-lhe expressão (na versão original: nariz triangular, olhos de botões, cabelo avermelhado…), a batizou com a combinação de dois poemas que encontravam-se em sua estante de livros (” O Homem Raggedy “e” Little Orphan Annie “) e entregou a menina.  
 
1
 
A partir de então, Marcella (sua filha), passou a ser sua musa inspiradora, pois Johnny começou a escrever histórias infantis contando as aventuras de sua filha com a boneca Raggedy Ann. Na sequencia (1920), ele introduziu nas histórias o irmão,  Andy Raggedy, vestido com roupa de marinheiro e chapéu.
 
 
3
 
Mas infelizmente a história não tem um destino feliz, pois Marcella morreu aos 13 anos, pouco depois de ter sido vacinada na escola sem o consentimento de seus pais. Autoridades culparam um problema de coração, mas seus pais culparam a vacinação. 
Johnny inconsolável, encontrava conforto na boneca de pano velha e continuou a escrever histórias de Raggedy Ann, em homenagem a  filha para o resto de sua vida, capturando nas ilustrações cada detalhe da menina cheia de alegria que perdeu.
 
Raggedy Ann se tornou ícone da vacinação indiscriminada. Um ícone para as pessoas que amam as crianças e respeitam seus direitos. Nos E.U.A existe um museu dedicado a Raggedy Ann. O conceito teve grande sucesso, chegou a ser produzida em torno de 75mil bonecas feitas a mão e comercializadas junto aos livros.
Atualmente Raggedy Ann e Andy são considerados de domínio público.
 
2
 
4 

♥Ragget  Ann, respeito e amor pelas crianças♥

OBS: E para quem tiver interesse em adquirir o curso da Millyta Vergara,
o qual me referi no início da postagem, basta clicar AQUI . Por apenas R$ 19,90 ao mês,
você terá acesso a centenas de cursos da categoria / artesanato. 

 

 

  One Response to “História de Boneca – Raggedy Ann”

  1. Estou assistindo ao curso da Millyta Vergara que é uma artesã excepcional e estou justamente assistindo a aula dessa boneca. Achei ela linda e diferente e não conhecia essa história . Muito legal e adorei saber a história. Ficou linda sua Ragget Ann Amanda . Sou sua fã e amo seus trabalhos . Bjssss

    [Responder]

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)